Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


MEMÓRIAS FOTOGRÁFICAS DE 2008 (14 JUL 2012)

Domingo, 26.07.20

 

 

MEMÓRIAS FOTOGRÁFICAS DE 2008

(14 JUL 2012)

 

.

Republicação de 14 JUL 2012, in:

https://aguasfrias.blogs.sapo.pt/39005.html

.

Hoje fui ao baú das recordações fotográficas e venho partilhar esses momentos passados na Aldeia de Águas Frias. As fotos já se reportam a agosto de 2008 (já passaram quase 12 anitos) mas poderiam ser tiradas hoje que as diferenças seriam impercetíveis.

foto 1

A macieira e o Pôr do Sol

 

foto 2

Campo de cultivo a despontar

 

foto 3

Casa típica com a sua escada exterior de pedra (já demolida)

 

Porque há lugares, meu Deus,
que têm de ser mantidos.
E é preciso que tudo isto continue,
Quando já não for como agora,
Mas melhor.

É preciso que a vida do campo continue.
E a vinha e o trigo e a ceifa e a vindima.
(...)

A Aldeia é este sossego feito de silêncio e casas pequenas,
de campos e rebanhos.
Esta paz que pode servir para preparar algum combate.
Na Aldeia há palavras difíceis.
A Aldeia não está na moda.
Seja bem-vindo. Escolha o seu caminho.

 .

 

(Charles Péguy)

 

foto 4

O sr. Tonhinho e a carroça

 

foto 5

As nuvens e o Castelo de Monforte de Rio Livre

foto 6

O equilíbrio das fragas

 

foto 7

Olhar pelo meio do tronco de castanheiro

 

foto 8

A casa e a fraga

foto 9

Casa típica "envelhecida" (já demolida)

 

E como já dizia a canção de Vítor Espadinha " Recordar é viver"  ... então Recordemos e Vivamos em paz e alegria com a esperança de voltar (ou visitar pela primeira vez esta pequena, mas bela aldeia transmontana - ÁGUAS FRIAS.

 .

.

                                                               📸

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber                               

.

                      📸                    📸                   📸

 

 

Logo Mário Silva 2

 

.

 

.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mário Silva às 00:06

Devo à Paisagem as Poucas Alegrias que Tive no Mundo (17 julho 2011)

Quinta-feira, 02.07.20

 

 

Devo à Paisagem

as Poucas Alegrias

que Tive no Mundo

Miguel Torga

 

Republicação, de 17 julho 2011, in:

https://aguasfrias.blogs.sapo.pt/2011/07/17/

 

"Devo à paisagem as poucas alegrias que tive no mundo. Os homens só me deram tristezas. Ou eu nunca os entendi, ou eles nunca me entenderam. Até os mais próximos, os mais amigos, me cravaram na hora própria um espinho envenenado no coração.

A terra, com os seus vestidos e as suas pregas, essa foi sempre generosa. É claro que nunca um panorama me interessou como gargarejo. É mesmo um favor que peço ao destino: que me poupe à degradação das habituais paneladas de prosa, a descrever de cor caminhos e florestas.

Garagem_ms

As dobras, e as cores do chão onde firmo os pés, foram sempre no meu espírito coisas sagradas e íntimas como o amor. Falar duma encosta coberta de neve sem ter a alma branca também, retratar uma folha sem tremer como ela, olhar um abismo sem fundura nos olhos, é para mim o mesmo que gostar sem língua, ou cantar sem voz.

Vivo a natureza integrado nela. De tal modo, que chego a sentir-me, em certas ocasiões, pedra, orvalho, flor ou nevoeiro. Nenhum outro espetáculo me dá semelhante plenitude e cria no meu espírito um sentido tão acabado do perfeito e do eterno. Bem sei que há gente que encontra o mesmo universo no jogo dum músculo ou na linha dum perfil.

Lá está o exemplo de Miguel Ângelo a demonstrá-lo. Mas eu, não.

Eu declaro aqui a estas fundas e agrestes rugas de Portugal que nunca vi nada mais puro, mais gracioso, mais belo, do que um tufo de relva que fui encontrar um dia no alto das penedias da Calcedónia, no Gerez. Roma, Paris, Florença, Beethoven, Cervantes, Shakespeare...

Palavra, que não troco por tudo isso o rasgão mais humilde da tua estamenha, Mãe!"



Miguel Torga, in "Diário (1942)"

.

 ⛰

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt

https://www.flickr.com/photos/7791788@N04/

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber

.

⛰               ⛰               ⛰

 

 

.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mário Silva às 00:06

PEDRA BOLIDEIRA (junho de 2008)

Domingo, 14.06.20

 

PEDRA BOLIDEIRA

Republicação de 18 de junho de 2008, in:

https://aguasfrias.blogs.sapo.pt/2008/06/18/

 

Depois dos limites da freguesia de Águas Frias, e poucos Km, pela estrada nacional ...

Carvalhal_InPixio_ms

... chegamos a terrenos pertencentes à freguesia vizinha de Bobadela. A razão que me levou a alterar o principal objectivo, é simples - visitar um local peculiar – A Pedra Bolideira.

Pedra Bolideira (Chaves) 6_InPixio_ms

Assim, … continuando, e chegados ao fim do estradão, encontramos a estrada nacional 103, que atravessei.

Pedra Bolideira (Chaves) 3_InPixio_ms

Percorrendo alguns metros, à direita, encontramos um enorme bloco de granito com mais de 3 m de altura e cerca de 10 m de comprimento e largura, com um peso de várias toneladas.

Pedra Bolideira (Chaves) 9_InPixio_ms

Mas o que torna este megalítico tão conhecido, tão peculiar e merecedor de ser considerado monumento nacional?

É que, apesar de todo esse tamanho e peso, qualquer pessoa, com um simples impulso, no local adequado, faz balançar este gigantesco penedo.

Ou seja, qualquer um pode fazer a fraga “bolir” (mexer), daí o nome – Pedra Bolideira.

Pedra Bolideira (Chaves) 5_InPixio_ms

Claro que nada de paranormal se passa, mas somente, que a base de uma parte da rocha assenta sobre uma aresta de outra rocha (em aproximadamente meio metro).

Pedra Bolideira (Chaves) 7_InPixio_ms

Conta a lenda que o fenómeno foi descoberto quando, num certo dia, um pastor que apascentava os seus animais, reparou que um dos seus carneiros, ao coçar os chifres na pedra, a fazia mexer (bolir). Para confirmar o que os seus olhos viam, o pastor resolveu colocar uma pequena vara de giesta entre a fraga movediça e uma outra que estava fixa na base. Confirmou então que essa vara arqueava quando empurrava a fraga.

Pedra Bolideira (Chaves) 2_InPixio_ms

Se assim se passou ou não, desconheço, mas uma coisa é certa, de todas as vezes que fui ao local, sempre encontrei uma vara entre as rochas para que quem quer que a visite possa confirmar que, de facto a Pedra Bole (mexe).

Duvida? Tal como S. Tomé, venha ver (experimentar) para crer.

Pedra Bolideira (Chaves) 4_InPixio_ms

Depois de experimentar, mais uma vez este fenómeno de equilíbrio, regressei até ao cruzamento.

Pedra Bolideira (Chaves) 1_InPixio_ms

Aí, virei à esquerda e pela estrada 103 (em direcção a Chaves) deixando a pequena aldeia de Bolideira (freguesia de Bobadela) e dirigindo-me novamente para terras da freguesia de Águas Frias.

Depois de passar pelo posto de abastecimento do  líquido cada vez mais precioso, já que a cada dia se torna mais caro (gasolina/gasóleo) mas onde, no seu bar, se podem degustar uns bons petiscos, parei numa área de descanso.

O local teria todas as condições para ser de excepcional eleição, já que tem uma paisagem soberba, tem mesas e bancos de granito onde se poderá apreciar um farto farnel, mas ... e há sempre um mas.... encontrei algum lixo que "alguém" na sua passagem não teve o respeito de deixar para os outros o local que gostaria de encontrar para si mesmo.

Fonte_InPixio_ms

Outro pormenor neste local é a "escultura" em pedra que se encontra no local e que foi executada por um "artista" cantoneiro aquafrigidense que com carinho, mestria, sentido estético e sentido prático, já que tinha a funcionalidade de servir de fonte de água fresca a todos os que nos dias de estio aqui paravam sequiosos. Não posso deixar de referir o autor desta "escultura - fonte" - o saudoso José Joaquim Rodrigues e por todos, carinhosamente conhecido por Zé "Herói".

 .

Mas, ... e mais uma vez, há sempre um mas ...

A "fonte" não verte uma única gota de água. É pena. Mas penso que não seria difícil reverter a situação e dar novamente funcionalidade à ideia original. Todos os que por lá pararem, certamente irão agradecer.

 .

Continuei ....

campo de centeio_InPixio_ms

A próxima paragem será ….

 

Ver também:
 
https://www.facebook.com/mario.silva.3363
https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt 
https://aguasfrias.blogs.sapo.pt 
https://www.flickr.com/photos/7791788@N04/
https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber"
 
 
 
 
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mário Silva às 00:06

Re/en...cantos desta Aldeia ...

Domingo, 24.05.20

Re/en...cantos ...

 

Aqui deixo algumas fotos, que tentam ilustrar, alguns re/en...cantos desta Aldeia.

Aldeia 1_ms

 

 

Aldeia 2_ms

 

Aldeia 3_ms

 

Aldeia 4_ms

 

Aldeia 5_ms

 

Aldeia 6_ms

 

Um olhar mais atento e cada recanto, pode-nos revelar algumas belas surpresas (boas ou nem por isso).

.

Republicação de 22 de maio de 2010, em:

https://aguasfrias.blogs.sapo.pt/2010/05/22/

 

Ver também:

https://aguasfrias.blogs.sapo.pt
https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt
https://www.facebook.com/mario.silva.3363
https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber"

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mário Silva às 00:42






Setembro 2021


mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

LUMBUDUS

blog-logo

Horas certas


calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Metereologia






Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.