Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


OUTONO – Águas Frias – Chaves – PORTUGAL (20_10_2012)

Terça-feira, 20.10.20

 

OUTONO

Águas Frias – Chaves – PORTUGAL

 

Republicação de 20 de outubro de 2012,in:

https://aguasfrias.blogs.sapo.pt/2012/10/20/  

.

Poema de Outono

Outono a_ms

Um raio de sol outonal

 

OUTONO ...

Tão real! Existencial...

Caem as folhas, ficam os ramos

Doce/amargo sabor da vida

Identificado pelo paladar do homem

Outono b_ms

Cabaças "esperando" à varanda ...

 

OUTONO ...

Suaves melodias! Notas caladas...

Presença que alenta a alma

Ausência que alerta o coração

Fim do caminho? Novas encruzilhadas...

Outono c_ms

Ouriços crescendo escondendo as castanhas ....

 

OUTONO ...

Inverno, primavera, verão

Apagam-se as luzes... Ciclos se completam

Nada se perde, tudo se ganha

Vivendo a magia de cada estação

 

Maria Aparecida Giacomini Dóro

Outono d_ms

Cacho de uvas já bem amadurecido ...

 

Outono e_ms

Águas Frias em tempo outonal ...

 .

                                                                                          🍁

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber

.

🍁

.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mário Silva às 00:06

Poema de outubro – Águas Frias (Chaves) – PORTUGAL (13_10_2012)

Segunda-feira, 12.10.20

 

 

Republicação de 13 de outubro de 2012, in

https://aguasfrias.blogs.sapo.pt/2012/10/13/

 

Poema de Outubro

 

As suas cores cruas, sequiosas e ousadas,

dizem que são duras, de verdade capital,

mostram almas livres e belas, que voam,

para um abrigo cruel, esperado e respeitado.

raio de sol_ms

Um raio de luz outonal ...

 

O seu comportamento é incerto, desperta

o pensamento incauto, que era passado,

exercita a natureza tola e impossibilitada,

traz fantasias densas em arrepios alados.

cacho de uvas_ms

Cacho de uvas na cepa ...

 

Badala a ilusão doce e pura da hibernação,

sono leve, repousante e doentio. Edificado,

onde se recolhem os ousados sãos e impuros,

descansando da dor infernal…dos dias sujos.

Vindimando_ms

Vindimando ...

 

Tudo permanece calmo, quente e desigual,

as sensações do oculto pelo sol queimadas,

não se separam numa paragem qualquer,

viajam no centro das descobertas toscas.

uvas e figos_ms

Frutos outonais ...

 

E a perpetuidade, que não é uma lenda,

é aparição impalpável de odor poético,

é a conjugação acrobática e imperfeita,

da existência inexplicável, com o meio.

carregando sacos das uvas_ms

Carregando as uvas vindimadas ...

 

Daquela que brinca com o universo,

que se deita numa cama de estrelas e

tem as letras e o sol como almofada,

no sono, Vénus, nua, sentada em lua.

pipo_ms

 O pipo em espera ....

 

A sede que a ele colam, é de existência

digna, irrequieta, que devorou a inépcia

da alma, que camuflou, mas não varreu

a incompreendida ética, de sonhador

imoral, que depois de morrer na sua

existência, na sua morte viverá.

 .

Samuel Santos

 

In: http://samuca.bloguepessoal.com/445385/POEMA-DO-OUTUBRO/

.

🍇

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber

.

                                                 🍇

 

.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mário Silva às 00:06

Vindimas - Águas Frias (Chaves) - PORTUGAL (20 de out 2007)

Quinta-feira, 08.10.20

 

.

Vindimas - Águas Frias (Chaves)

(20 out 2007)

.

Republicação de 20 de outubro de 2007, in:

https://aguasfrias.blogs.sapo.pt/2007/10/20/

.

Embora, um pouco tardio (já que se realizaram em finais de setembro inícios de outubro), decidi dedicar o tema deste "post" às Vindimas em Águas Frias - Chaves.

Vind 1ms

 

 As vinhas, Águas Frias e o Castelo

------------------------------------

O ato de vindimar é o culminar de um looongo e árduo trabalho de todo um ano - já que se teve que podaras vides, escarnar, lavrar, caldear, ....) e ... com a desvantagem da maioria das vinhas em Águas Frias ficarem longe do centro a aldeia.

Vind 2_ms

 

Vind 3_ms

 

Talvez por esse motivo, esta atividade agrícola, esteja sempre ligada à alegria ...

 

... Antigamente, enquanto se vindimava, cantava-se, havendo, até despique entre grupos de vindimadores, sendo uma forma de cadenciar a tarefa, torná-la mais "leve"; fazendo esquecer  as dores das costas e braços; de esquecer o frio ou a chuva; e até, sendo uma maneira ardilosa de poupar uns cachos de uvas - "enquanto se canta não se come..."

Vind 4_ms

 

Vind 5_ms

 

E por falar em comer ... quem não se lembra, de a meio da manhã, do "mata-bicho", que a dona da vinha preparava e carregava pelos caminhos, trazendo-o aos vindimadores, em cestos cobertos em alvos panos?

Vind 6_ms

 

Era preciso retemperar as forças, pois a tarefa de cortar cachos de uvas, encher os baldes (antigamente, cestos vindimos) que depois de cheios era preciso levar às costas para, hoje o trator, antigamente a carroça.

Vind 7_ms

 

Mas as vindimas ainda não acabaram aqui ... é preciso descarregar todas as uvas para o lagar.

Ao entardecer ou à noitinha, nova etapa é urgente concluir - pisar as uvas.

Vind 8_ms

 

Hoje já pouco se pode comparar ao passado não muito longínquo ....

Os homens, de calções ou calças arregaçadas por cima do joelho e pés descalços, amassam as uvas de forma ritmada, mas enérgica, entoando cantigas que, por vezes, eram acompanhadas pelo som do realejo.

Vind 9_ms

 

Tudo se fazia com alegria e cooperação, já que estas tarefas exigiam força de muita gente e as famílias ajudavam-se umas às outras, evitando assim o pagamento de jeiras.

Agora, é preciso deixar o mosto fermentar ...

Vind 10_ms

 

Mas, ainda muito há a fazer até que se possa provar este néctar dos Deuses (seja ele Baco, romano ou Dionísio, grego) .... esperemos pela altura do S. Martinho.

 .

Até lá .... vai-se degustando o que ainda ficou nas pipas do ano anterior.

.... já que este ano não foi um ano de abundância (houve vinhas que produziram menos 30 a 40% relativamente ao ano anterior), que ele seja "pouco mas bô" .

 .

Vind 11_ms

 

As Vindimas
.........................................


Já acabou o verão,
As vindimas estão a começar.
As uvas vão para a fermentação,
Para depois o vinho se preparar.
.

Como é bom recordar,
As vindimas na nossa aldeia.
E as uvas pisar,
À noite à luz da candeia.

.
E recordar também,
As cantigas de antigamente.
Que toavam pelos vinhedos além,
Cantadas por toda a gente.

.
À noite já no lagar,
As uvas se pisavam.
Os garotos eram os primeiros a entrar,
E os homens os ensinavam.

.
Era bonito ver a garotada,
Numa festa de alegria.
Ia-se cantando à desgarrada,
E música a toque de sanfona havia.

.
A adiafa* depois se fazia,
Quando o vinho ia a cozer.
Com cantares e música o povo se divertia,
Não faltando boa pinga e o comer.

.
Eram tempos de outrora,
Cantando de noite e dia.
As vindimas de agora,
Já não têm a mesma alegria!

 .

                                                                                                                Arnaldo Anacleto

......................................................

* adiafaoferenda de alimentos e/ou gratificação com que se compensavam os trabalhadores no fim de qualquer labor agrícola importante (vindimas, ceifa, colheita, …)

                                                                    

                                                                                       🍇🍇🍇

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber

.

                                                                                            🍇

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mário Silva às 00:06







mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

LUMBUDUS

blog-logo

Horas certas


calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Metereologia






Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.